Populares

Escrito por: Fabi abril 07, 2012


No reino de Geall, a erudita Moira ergue a espada em nome de seu povo. Agora, como rainha, deve preparar os súditos para a maior batalha de suas vidas, contra um inimigo mais pérfido do que qualquer outro que jamais conheceram. Afinal, Lilith, a vampira mais poderosa do mundo, seguiu o círculo de seis através do tempo, rumo a Geall.
Livro: O Vale do Silêncio
Autora: Nora Roberts
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 347
Classificação: ★★★★★ (5/5)

Quando foi dormir, encolheu-se no assento junto à janela, como quase sempre fazia quando criança. Sonhou com uma guerra grandiosa entre deuses e demônios. Uma batalha que perdurara por mais de um século. Uma guerra que derramara o sangue de ambos até correr como um oceano.

E o oceano transformou-se em vale e o vale ficou em silêncio.”
Dias, era o que os separavam da batalha final. Perdas irreparáveis abalaram ambos os lados, e neste livro, Nora Roberts nos mostra que até mesmo aqueles que lutam pelas trevas, podem amar e sofrer, mesmo sendo um amor bizarro e distorcido.
Em poucos dias, Moira poderia vir a tornar-se rainha de Geall, e o mundo começou a pesar sobre seus ombros. Seria ela a rainha que levaria seu povo para a guerra? O povo, que até então conhecera apenas paz, amor e prosperidade? O fim estava cada vez mais próximo e sentimentos que até agora estavam adormecidos em seu coração, ganharam força, forma e nome. Cansada de desejá-lo sozinha em seu quarto, de sonhar com o seu beijo, Moira passa por cima do fato de ele não ser mais humano e entrega-se de corpo e alma ao único que havia feito seu coração acelerar e seu corpo arder de desejo.
Todo o sentimento que surgira e crescera por ele pareceu juntar-se dentro de seu coração quando o viu sem sua máscara. Sozinho, pensou ela, buscando o conforto da música. Desejou que tivesse o dom de Glenna com a pintura ou com o giz, pois o teria retratado daquela forma como poucos, tinha certeza, já o tinham visto”.
Cian sabia que o sentimento que havia surgido entre ambos, serviria apenas para fazê-los sofrer quando tudo acabasse, e Moira também sabia disso. Quando a guerra tivesse terminado, Cian voltaria para o seu mundo e Moira permaneceria no dela. Sabiam que construir uma vida juntos não era uma opção, pois ele não era humano. Os anos passariam, e ele não envelheceria, não poderia dar-lhe filhos, pois em seu peito já não havia um coração batendo. Ele tentou, com todas as suas forças e seu autocontrole adquirido em centenas de anos vividos, afastar-se dela, mas o amor e o desejo que foram despertados nele após todos esses anos sem conhecer esse sentimento de verdade, o venceram num piscar de olhos.
-Cian. Este é o seu nome para mim. Cian. Acho que se tu não me tocares, se tu não me possuíres, uma parte de mim morrerá antes mesmo de eu ir para a batalha. Por favor. –Segurou o rosto dele com as duas mãos e viu, por fim, o que precisava ver em seus olhos. –Diga o meu nome.
-Moira. –Perdido, ele lhe tomou a mão, encostou os lábios em sua palma. –Moira, se eu ainda não estava condenado, isso me mandará para o inferno.”
A guerra batia às portas do castelo de Geall. Homens e mulheres preparavam-se incansáveis para o dia da batalha final. Os portões do castelo abrir-se-iam para que as tropas marchassem rumo ao destino, para enfrentar o exército de Lilith. O Sanhaim se aproximava e com ele a guerra, e com o término dela, o fim para Cian e Moira. Os seis lutariam, derramariam o seu sangue pelos mundos, pela humanidade, pela luz. O povo de Geall enviaria seus filhos, maridos e suas esposas para a batalha, e eles lutariam até o último homem ou mulher. Uma noite antecedendo a batalha, uma convicção tão forte quanto o amor que sentia por Moira invadiu-lhe os pensamentos e transformou os sentimentos de Cian pela primeira vez, em esperança.
Ali estava seu irmão, o Feiticeiro, que prezava sua dignidade tanto quanto seu poder, rodopiando com sua bruxa ruiva e sexy, que ria como uma menina ao tentar imitar os passos.
A caçadora de vampiros, chutadora de rostos e traseiros, misturando um pouco de hip hop do século vinte e um à dança folclórica, para fazer seu caubói de múltiplas formas sorrir.
E a rainha de Geall. Leal, devota, carregando o peso de seu mundo nas costas, ruborizada e reluzindo com o simples prazer da música.
Poderiam morrer no dia seguinte, cada um deles, mas, pelos deuses, dançariam naquela noite. Lilith com todo o seu tempo de vida, com todo o seu poder e ambição, jamais os entenderia. E a mágica deles, a luz deles, poderia simplesmente persuadir.”
Poderá o círculo vencer esta batalha contra as trevas? Evitar que a escuridão e o caos tomem conta de todos os mundos? Eles são tão poucos, se comparados com o exército de Lilith, mas o certo, é de que lutarão pela sobrevivência, pelo seu povo, por amor, pelo futuro, por Geall, pelos mundos, mas a guerra cobrará o seu preço, de todos eles, de ambos os lados.
Confesso que fiquei apreensiva, sem saber como seria a estória contada por Nora Roberts, quando li A Cruz de Morrigan, me diverti com Larkin e Blair em O Baile dos Deuses, mas foi com Cian e Moira que me emocionei e chorei.

Trilogia do Círculo:
1 - A cruz de Morrigan
2 - O baile dos Deuses
3 -Vale do Silêncio

Capa Original

{ 18 comentários ... leia abaixo ou comente }

  1. Os únicos livros da Nora Roberts que eu já li foram os três primeiros da Série Mortal, que tem na biblioteca daqui da minha cidade.
    Minha tia tem vários livros de bolso dela e diz que é incrível, mas eu não sei o que esperar de um livro da Nora com tema sobrenatural. Mas gostei da sua resenha, quem sabe um dia me arrisco?

    Tô seguindo teu blog e seu twitter, adorei o site, tem um layout super bem trabalhado!

    Beijos,
    N!
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Fabi! Já li A Cruz de Morrigan e amei! Estou ansiosa para ler O Baile dos Deuses e O Vale do Silêncio! Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi '-'
    Já ouvi falar muito desse livro, mas nunca tive o interesse por ele, eu gosto do estilo das capas, mas essa em especial, eu acho meio vulgar ou sei lá...Enfim, nunca li nada da Nora Roberts pretendo ler em breve.Fico feliz que tenha gostado e se emocionado com o livro!
    Bjs de Uma menina leitora
    http://www.umameninaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Li aquele livro sobre vampiros da Nora que você indicou antes, mas não achei tão bom assim, tanto que nem resenhei.
    Vou ver o que acho deste...
    Beijo!!

    ResponderExcluir
  5. Só eu preferi a capa brasileira? Sério, parabéns a editora porque a capa ficou bem mais comercial :P

    "que até mesmo aqueles que lutam pelas trevas, podem amar e sofrer, mesmo sendo um amor bizarro e distorcido" -> Eu gosto de ver isso, esse lado meio real e estranho 8---*

    Caraca, amei, to com vontade de comprar essa série d elivros xD. Já falei que amo vampiros? huahas

    Bjs

    Blogger Empório Das Tentativas

    ResponderExcluir
  6. Oi, como esta? Já estou seguindo seu blog e simplismente adorei sua resenha, incrivel! Quero muito ler os livros dessa serie, adoro esses tipos de histórias. Tenho um blog e se vc quiser dar uma olhada, gotaria muito de te-la como seguidora, comentarista e uma amiga!

    @hyuugamarcos

    http://mundodosmngas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiii :)
    Embora tenha ouvido falar muito da Nora, acredita que ainda não li nenhum livro dela?
    :D

    No meu blog tem resenha nova também (Eu Sou O Número Quatro :D)


    toda-leitura.zip.net

    ResponderExcluir
  8. Ainda não li um livro da Nora, mas morro de vontade... a premissa é ótima!
    Adorei a resenha =]

    Beijos,
    #Resenha falada.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha!
    A Nora têm tantos livros publicados, mas ainda não li nenhum dela! =/
    Mas essa trilogia parece ser maravilhosa!

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Meu Deus!
    Eu tenho que ler algum livro da Nora Roberts e urgentemente!

    http://dezesseisnaoecrianca.blogspot.com
    Djeninha Dias

    ResponderExcluir
  11. Adorei a resenha...porém nunca li um de Nora, sim pode me batar eu deixo. :)
    Os livro dela nunca me interessaram, mais esse sim me chamou a atenção e fiquei com vontade de ler ;)Parabéns pela resenha
    Bruna-Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  12. O livro parece ser emocionante preciso começar a ler a série rápido..rsrs

    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Poxa , só eu que to boiando aqui né? Só eu que ainda não li nenhum livro da Nora? Eles parecem ser bons , pena qe ainda não tive tempo para ler nenhum :/
    Adorei a Resenha. :)
    ~
    Beijos , Jessii
    http://esliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. ADOREI a resenha , eu tenho o Primeiro livro da trilogia mais ainda não li , mais esta na minhas proxima leituras eu amo NORA ROBERTS ele é muito boa!!
    beijoos http://viciadasem-livros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. adorei sua resenha, mas nunca tinha ouvido falar do livro (isso já esta virando um hábito - que horror!!)

    o livro parece ser bom :)

    ResponderExcluir
  16. Olá!!! Adorei seu blog e já virei sua seguidora!! Também quero te convidar para conhecer o meu cantinho e participar do sorteio de um sapato maravilhoso e um perfume. Beijão ♥

    www.todacharmosa.com
    @pathyamorinha

    Se tiver um tempinho curte a fan page nova do blog: www.facebook.com/blogtodacharmosa

    ResponderExcluir
  17. Confesso que fiquei um pouco perdida na resenha, porque é o terceiro da trilogia, mas gostei, principalmente dos trechos, eles dão aquele gostinho de quero mais.

    Beijos, Lu

    ResponderExcluir
  18. Oi Fabi,
    adorei seu blog, já estou te seguindo.
    Sobre o livro da resenha :Tenho que confessar que li o primeiro volume e não gostei, não foi uma leitura que me conquistou.
    Mas sua resenha foi excelente!

    http://lostgirlygirl.blogspot.com.br

    bjos

    ResponderExcluir

- Copyright © Roubando Livros - Date A Live - Powered by Blogger - Template Base por Johanes Djogan -